Ir para página inicial Contatos   
Quem Somos
Clinica Geral
Estética
Consulta
Contatos
 
 
 
FACETAS DE RESINA E PORCELANA

Dentre as queixas estéticas mais freqüentes dos pacientes estão o desalinhamento dos dentes, os espaços entre eles ou, até mesmo, dentes juntos demais.

Para esses casos a odontologia estética adesiva oferece como alternativa, as facetas em resina feitas pelo próprio dentista, e as facetas em porcelana confeccionadas em laboratórios.
 

Facetas de resina, em geral, apresentam como grande vantagem, menor invasividade sobre estruturas dentais sadias.

Assim o profissional que o atende está frente a frente com você, analisando a forma de seu rosto e lábios, podendo observar seu sorriso, harmonizando formas, cores, posicionamento e contornos que irão valorizar seu sorriso, sem o envolvimento de laboratório. As facetas de resina são aplicadas sobre o dente em suaves camadas, realinhando e devolvendo a forma e a beleza de um dente natural.

Facetas em porcelana exigem desgastes dos dentes em todos os casos, envolvem o trabalho de terceiros, e demanda um número maior de consultas, por conta da necessidade se moldes para a confecção do trabalho pelo protético.

Muitas pessoas se dizem insatisfeitas com seu sorriso e têm receio em procurar alguma melhora por pensar que tais procedimentos provoquem desgastes dos dentes.

Se você tem dentes naturais, porém desalinhados, escurecidos, separados ou juntos demais, a solução pode ser mais simples do que você imagina. Análise as vantagens e desvantagens das duas técnicas:

PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE A RESINA E A PORCELANA

Facetas de resina

  1. Na maioria dos casos não há desgaste do dente natural;
  2. A resina é pincelada sobre o dente em finas camadas;
  3. Alta qualidade estética (imperceptível);
  4. É realizada em apenas uma sessão;
  5. Necessita ser trocada com o tempo, pois sofre influência dos pigmentos advindos principalmente da dieta alimentar.

Facetas de porcelana

  1. Desgaste do dente;
  2. Feita em laboratório e unida ao dente por um cimento (como uma unha postiça);
  3. Alta qualidade estética (imperceptível);
  4. Necessita de mais de uma sessão;
  5. Não necessita ser trocada com o tempo, pois não sofre influência dos pigmentos advindos da dieta alimentar.

Clareamento dental

Dentes brancos demonstram saúde, beleza e jovialidade e tornam o sorriso mais atraente.

Com o passar dos anos, os dentes tendem, naturalmente, a escurecer. Vários fatores também podem provocar o escurecimento dos dentes, como a ingestão de alimentos coloridos, cigarro, tratamento de canal, trauma, alguns medicamentos, entre outros.Com as modernas técnicas de clareamento, tornou-se possível, para qualquer pessoa, ter seus dentes mais brancos de forma simples e segura. O clareamento pode ser feito em todos os dentes ou apenas em um ou em alguns dentes que estejam mais amarelados. Essa técnica propicia um sorriso mais harmonioso.

Como Funciona

O clareamento é um tratamento estético por meio do qual, dentes amarelados tornam-se nitidamente mais claros. É feito com produtos à base de peróxido de hidrogênio ou de carbamida, que, por meio de reações químicas, quebram as moléculas de pigmentos que estão armazenadas nos dentes, sem causar danos à estrutura dentária.Existem duas técnicas com este propósito: o clareamento caseiro e o clareameto à laser.

A principal diferença entre as duas técnicas é o tempo para o resultado final. No clareamento caseiro é realizado um molde da arcada bucal e uma moldeira individualizada é confeccionada. O paciente recebe um gel e é instruído pelo cirurgião dentista de como utiliza-lo em casa. Geralmente no período da noite, o período de tratamento varia de 2 a 3 semanas. Na técnica à laser o paciente é tratado no consultório em consultas de 1 hora. Geralmente são necessárias de 2 a 3 sessões. O número de sessões varia de acordo com cada caso e com a expectativa de cada paciente.

Blocos em cerômero (Artglass)

Desde o final do século XIX, quando surgiram os primeiros materiais e técnicas para restaurar dentes posteriores, até o início da década de 60, a odontologia só utilizava dois materiais de restauração: o amálgama e o ouro em folha. O primeiro caiu em desuso por causa da toxicidade do mercúrio durante sua confecção, e o outro pelo custo e dificuldade técnica de manipulação. Tanto o amálgama quanto o ouro são restaurações metálicas que não apresentam bons resultados estéticos, ficando muito diferentes dos dentes naturais.

Hoje, com o avanço tecnológico, a odontologia pode contar com um material à base de polímeros: a resina composta. Desenvolvido e aprimorado nos últimos 40 anos, esse material possibilita a confecção de restaurações quase imperceptíveis em dentes posteriores, com a mesma durabilidade do amálgama, porém com a vantagem de ter a mesma cor do dente e não conter mercúrio.

A Nova Odonto emprega os materiais e as técnicas mais avançados para restaurar dentes posteriores, visando à troca de restaurações metálicas por outras com melhores resultados estéticos.
Para dentes posteriores mais destruídos, nos quais uma restauração de resina composta é contra-indicada, a clínica oferece como opção a colocação de um tipo de restauração (bloco), com cerômero, denominado artglass. O artglass é apontado, por pesquisas especializadas, como o melhor material para restaurações em dentes posteriores, elaboradas em laboratório.

Esse produto também oferece a possibilidade de confecção rápida do bloco. Após a moldagem do dente, o dentista faz um modelo de trabalho e o laboratório executa o bloco que, em seguida, é cimentado no dente pelo profissional. O processo não leva mais do que 3 sessões.

Como Funciona

O Remanescente dental é preparado e moldado para a confecção do bloco pelo laboratório, Materiais especiais recuperam a beleza e a naturalidade dos dentes

Topo | Voltar
 
 
 
  INÍCIO | QUEM SOMOS | CLINICA | ESTÉTICA | CONSULTA | WEBMAIL | CONTATOS
www.novaodonto.odo.br
mundolivre.com - Soluções em Tecnologia. WebMaster: wgl
NOVA ODONTO
Clínica Odontológica Ltda.
(c) Todos os direitos reservados.
 
Página Inicial Página Inicial